Hacker usava fotos íntimas para chantagear mulheres na Bahia

0
24

Ravel-Pereira-Santos-preso-apos-chantagerar-mulher-em-troca-de-sexo-em-Salvador-foto-bocaonews-roberto-viana-1O repositor de estoque de um supermercado, Ravel Pereira Santos, 21 anos, foi preso após chantagear uma jovem do meio artístico baiano, a fazer sexo com ele, ameaçando divulgar fotos íntimas e vídeos dela na internet. A prisão aconteceu no final da tarde de sexta-feira (1º) na frente do motel Fantasy, na avenida Jorge Amado, em Salvador, quando ele ia encontrar a vítima.

Em conversa com o Bocão News, o delegado Charles Leão, que esteve à frente das investigaçõesm, disse que em depoimento Ravel revelou que há cerca de cinco anos ele invade perfis nas redes sociais e também e-mails.

“Apesar de invadir perfis há um tempo, ele disse que há pelo menos um ano resolveu fazer isso em troca de sexo. Ele coagia as moças a terem relação sexual com ele. Ele conta que no início apenas brincava e se divertia roubando as senhas de outras pessoas”, detalha o delegado.

Ainda segundo o Charles, a vítima que fez a denúncia à polícia é do meio artístico e foi enganada por Ravel que se passava por um dançarino de uma banda de pagode. “Essa moça de 19 anos conheceu pessoalmente o dançarino Eric Dantas, do grupo Black Style, e eles se encontraram no Facebook. Ravel invadiu a conta desse artista e ela começou a conversar achando que estava conversando com Eric. A jovem mandou fotos, vídeos e em um certo momento quando não quis mais continuar com essas atitudes, ele se revelou. Ele ameaçou dizendo que era um hacker e que se ela não continuasse se exibindo, ele jogaria todas as imagens dela na internet. Chegou até a dizer que acabaria com vida pessoal e profissional dela”, conta.

O delegado acrescenta que antes de Ravel ser preso, a jovem passou uma semana sendo assediada. “Chegou um dia que ele pediu para ele ir para esse motel, e foi lá prendemos ele”. Com o criminoso, a polícia apreendeu dois celulares e um computador, todos com fotos e vídeos de mulheres. “Ele já invadiu e roubou a senha de pelo menos 50 perfis, e guardou vídeos de 15 mulheres. Ravel também disse que dessas 15, ele conseguiu ter relações apenas com duas. No entanto, a gente sabe que o número de vítimas pode ser muito maior”, acredita.

Ravel teve a prisão preventiva solicitada e pode responder por tentativa de estupro, falsidade ideológica e invasão de dispositivo informático. Ele está preso na 1ª Delegacia de Polícia, nos Barris e todos os materiais apreendidos serão periciados.

*Por BocãoNews

SEM COMENTÁRIO