Mostra artística movimenta Senhor do Bonfim a partir de dezembro

0
30

Mostra Bonfim em Cena propõe programação quinzenal para o Centro Cultural Ceciliano de Carvalho até maio de 2015.

banner_filarmônicaO Centro Cultural Ceciliano de Carvalho, na cidade de Senhor do Bonfim, irá inaugurar uma nova fase a partir de dezembro. O espaço, que acaba de completar 25 anos, abrigará a Mostra Bonfim em Cena, evento que irá calendarizar a programação cultural do município, através de atividades quinzenais. A abertura, no dia 28 de dezembro, recebe o concerto da Filarmônica União dos Ferroviários Bonfinenses, grupo com 61 anos de atuação. Os ingressos serão vendidos a R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada) a partir de terça-feira, 16.

Única filarmônica remanescente entre as quatro que existiram na cidade, a Filarmônica União dos Ferroviários Bonfinenses já foi desativada em alguns períodos, por conta de problemas financeiros. Por não receber investimento público ou privado, encontra-se em funcionamento apenas devido aos professores, que trabalham de forma voluntária. Apesar das dificuldades, o grupo se consolida como uma das mais importantes filarmônicas da Bahia, com o trabalho reconhecido em diversos encontros regionais de música, entre eles, o Encontro de Filarmônicas de Morro do Chapéu e Encontro de Filarmônicas de Jacobina. “A contratação da banda para o projeto se configura como estímulo financeiro para sua manutenção e uma iniciativa importante de valorização de um grupo tradicional do município que, por conta da queda de apresentações ao longo dos anos, é desconhecida pelo público mais jovem da cidade”, afirma Adriana Santana, coordenadora de produção da Mostra Bonfim em Cena. Além da apresentação de dezembro, a filarmônica participará de outra edição do projeto, em março. O concerto didático será o modelo apresentado, a fim de contribuir para a formação, oferecendo ao público a oportunidade de aprender sobre os instrumentos, autores clássicos e a música de concerto.

A realização de concertos regulares faz jus à memória do artista que dá nome ao centro cultural do município. Ceciliano de Carvalho foi músico, compositor, maestro, fotógrafo e pintor, considerado o principal expoente das artes da história de Senhor do Bonfim. Autodidata, tocava diversos instrumentos, compunha para bandas de música e era professor de piano. Seu acervo musical conhecido possui 101 peças. Uma delas, Dever do Mestre, foi criada em 1914, chegando ao centenário neste ano. Essa composição é reconhecida nacionalmente, tendo sida incluída em uma publicação da Fundação Nacional das Artes (Funarte) sobre partituras de maestros brasileiros. A filarmônica fará uma homenagem ao músico na abertura da Mostra, aproximando o público da história deste artista.

Reunião aberta

Buscando tornar a classe artística bonfinense protagonista das ações realizadas na Mostra Bonfim em Cena, o projeto realiza neste sábado, 13, uma reunião aberta ao público, tendo como foco os artistas, produtores culturais e instituições de ensino superior da cidade. A proposta é ouvir dos convidados seus anseios em relação ao cenário cultural de Senhor do Bonfim e região, assim como suas expectativas e sugestões para a Mostra. A ideia é envolver a todos nas atividades culturais que se estendem até maio de 2015.

A Mostra Bonfim em Cena é resultado do edital de Dinamização de Espaços Culturais, da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-Ba). O mecanismo apoia propostas de atividades regulares em equipamentos culturais que busquem ampliar o impacto do espaço junto à comunidade local, fomentar o acesso e a formação de público para a cultura.

Serviço

O quê: abertura da Mostra Bonfim em Cena;
Quando: 28 de dezembro de 2014, às 20h;
Onde: Centro Cultural Ceciliano de Carvalho, em Senhor do Bonfim;
Quanto: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada) Informações: https://www.facebook.com/BonfimEmCena.

Sugestões de entrevista

Adriana Santana, coordenadora de produção da Mostra Bonfim em Cena: (71) 9316-3774.
José Egnaldo (Miranda), maestro da Filarmônica União dos Ferroviários Bonfinenses: (74) 9118-6087.

*Por Adriana Santana
Produtora Cultural

SEM COMENTÁRIO