Colégios da rede estadual batem recorde na realização de Feiras de Ciências em 2015

0
48

Encontro de Educação Profissional e II Feira de Ciências e Tecnologias (51)Mais de 600 escolas da rede estadual de ensino da Bahia realizaram, neste ano, Feiras Escolares de Ciências e Matemática. Ao todo, foram 872 projetos inscritos nas Feiras Escolares, envolvendo aproximadamente 30 mil estudantes e professores de todo o Estado, superando anos anteriores. A culminância das feiras será na 5ª edição da Feira de Ciências da Bahia (Feciba) e na 10ª Feira Baiana de Matemática (FBM), durante o Encontro Estudantil de Arte, Ciências, Esporte e Cultura, que acontece em dezembro.

De acordo com o coordenador da Feira de Ciências da Bahia, Rogério Lima, em 2015 houve um recorde no número de escolas envolvidas com as feiras. “Percebemos que esses números têm crescido ao longo dos anos e a mobilização realizada pelo projeto Ciência na Escola contribui para que esses números se apresentem tão expressivos”, disse Rogério.

Do número de projetos inscritos, 180 de Ciências e 60 de Matemática já foram selecionados para a Feciba e a FBM. “Os números comprovam que a escola conseguiu compreender o propósito de fazer Ciência na Educação Básica, gerando um movimento grande junto aos estudantes. O importante é que temos projetos de qualidade, que foram desenvolvidos e apresentados nas Feiras Escolares”, celebra a coordenadora do Ciência na Escola, Shirley Costa.

Confira aqui a lista dos projetos selecionados

Para o professor-formador do Núcleo Regional de Educação de Itabuna (NRE 05), Luis Carlos Ribeiro, a Feira de Ciências realizada na escola é mais uma oportunidade para mostrar a comunidade escolar o que está sendo desenvolvido em sala de aula. “A realização das Feiras Escolares é a oportunidade de colocar em prática toda a teoria desenvolvida durante as aulas, dando vida aos projetos e compartilhando o aprendizado com a comunidade escolar”, destacou.

Educação Científica – As Feiras Escolares e a Feciba integram o Ciência na Escola, ação estruturante do programa Educar para Transformar, desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia com o objetivo de estimular a relação de ensino e de aprendizagem, fomentando o protagonismo dos estudantes na construção do conhecimento por meio da pesquisa e experimentação.

*Por ASCOM Secretaria da Educação do Estado da Bahia

SEM COMENTÁRIO