Dançarino da Guettho é Guettho leva pedradas e quatro tiros

0
743

01

O dançarino da banda Guettho é Guettho, conhecido como Nego Pom, foi baleado na tarde desta terça-feira (21). De acordo com as primeiras informações, ele levou pedradas e quatro tiros. Segundo testemunhas, ele foi socorrido e levado para procedimento cirúrgico.

Ainda não há informações sobre o motivo da agressão nem sobre o estado de saúde.

Pelo Facebook, o cantor da banda, Chiclete Ferreira, lamentou o ocorrido e pediu a oração dos fãs. “Meu irmão vai ficar tudo bem, Deus está contigo. Eu te amo, você vai sair dessa! Fé em deus, peço a todos os meus fãs que orem muito” (sic), escreveu em foto postada ao lado do amigo.

02

Nego Pom teria errado caminho e entrado em área dominada por facção criminosa.

03

A morte do dançarino e backing vocal da banda de pagode Guettho é Guettho, Marcos Vinícius Santos de Jesus, 32 anos, conhecido como Nego Pom, ainda é cercada de mistério. Informações obtidas pela reportagem do Bocão News apontam algumas versões sobre o caso.
Uma das possíveis motivações para o crime seria que Nego Pom tinha ido cobrar um dívida, mas acabou sendo surpreendido por bandidos locais que o agrediram e levaram sua moto. Outra possível motivação para a crueldade é que o artista teria pedido ajuda para deixar o local, mas acabou entrando numa região dominada por uma facção criminosa e foi morto.
Moradores locais passaram essas informações para polícia que investiga o crime que aconteceu na terça-feira (21), na Rua Nova Constituinte, no bairro de Periperi, em Salvador.  A vítima que foi baleada e agredida com várias pedradas chegou a ser socorrida para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu.

SEM COMENTÁRIO