Trapalhada, golaço e 1º tempo louco: Osasco Audax vence São Paulo na...

Trapalhada, golaço e 1º tempo louco: Osasco Audax vence São Paulo na estreia oficial de Ceni

0
111

Rogério Ceni Audax 4×2 São Paulo 05/02/2017

Não foi a estreia que o torcedor são-paulino e Rogério Ceni esperavam. E foi um ótimo começo de Campeonato Paulista para Fernando Diniz e seus comandados.

Neste domingo, o Osasco Audax venceu o São Paulo por 4 a 2 na Arena Barueri, em duelo válido pela primeira rodada do Estadual. Pedro Carmona (duas vezes), Marquinho e Felipe Rodrigues fizeram para os mandantes, enquanto Chávez (duas vezes) fez para o time da capital.

A partida ficou marcada por ter trapalhada, golaço, quatro gols nos primeiros 45 minutos e até mesmo um bronca gigantesca que Diniz deu em sua equipe na parada técnica na primeira etapa.

Foi também o primeiro jogo oficial de Ceni como técnico do São Paulo. O ex-goleiro havia comandado o time até aqui em jogos-treino e em duas partidas na Florida Cup, torneio de pré-temporada disputado nos Estados Unidos.

Pelo Paulista, os dois times voltam a campo no próximo fim de semana. Integrante do grupo D ao lado de Santos, Mirassol e Ponte Preta, o Audax enfrnetará o Linense no sábado, fora de casa. No domingo, o São Paulo – que está na chave B com Ferroviária, Red Bull Brasil e Linense – encara a Ponte Preta no domingo.

Renda e público

Antes da partida, um das grandes discussões ficou em torno da decisão do presidente do Osasco Audax, o ex-jogador Vampeta, em colocar os ingressos a R$ 100 na Arena Barueri. O número de pessoas no local ficou longe de ser empolgante: 2.219, com renda de R$ 102.288,00.

Trapalhada e golaço

Depois de ver o goleiro Felipe Alves fazer boa defesa em chute de Luis Araújo, o Osasco Audax abriu o placar com uma bela ajuda da defesa do São Paulo. Buffarini e Douglas se atrapalharam ao tentarem afastar a bola, e Marquinho pegou a sobra e chutou forte para abrir o placar.

Poucos minutos depois, o time de Osasco ampliou com um golaço. Em jogada com oito passes, participação de quatro jogadores e com dois toques de calcanhar, Pedro Carmona recebeu livre na entrada da área para chutar forte e fazer o segundo.

Dois de Chávez

Em desvantagem, o São Paulo foi aos poucos se encontrando no jogo. Com o Audax mais recuado, o time tricolor conseguiu arrancar o empate. Aos 30 minutos, Cueva deu belo passe no meio da defesa e deixou Chávez livre para bater e diminuir: 2 a 1.

Seis minutos depois, em jogada semelhante, Rodrigo Caio deu bom passe, Chávez invadiu a área e bateu cruzado para deixar tudo igual.

Audax mata o jogo

Na segunda etapa, o time comandado por Fernando Diniz conseguiu matar a partida com mais dois gols. Logo aos nove minutos, após cobrança de escanteio, o zagueiro Felipe subiu e tocou de costas para fazer o terceiro.

Aos 29 minutos, Gabriel Leite recebeu, “dançou” na frente de Buffarini e foi derrubado dentro da área pelo lateral argentino. Pênalti. Na cobrança, Pedro Carmona cobrou firme no canto esquerdo de Sidão, que até acertou o lado, mas não conseguiu espalmar: 4 a 2.

SEM COMENTÁRIO