Sr. do Bonfim: Definida empresa que vai realizar reforma e ampliação do Hospital Dom Antônio Monteiro

3
1028

A empresa FCK Construções e Incorporação foi a vencedora da concorrência Definida empresa que vai realizar reforma e ampliação do Hospital Dom Antônio Monteiro.

A empresa FCK Construções e Incorporação foi a vencedora da concorrência pública 001/2018 , que tem como objetivo a contratação de  empresa especializada em engenharia civil, com fornecimento de material e mão de obra ,nos padrões estabelecidos para reforma, adequação e ampliação do Hospital Dom Antônio Monteiro(HDAM).

O objetivo da obra é atender às necessidades para  instalação de 20 leitos  de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) serão instalados 10 leitos adulto e 10 infantil.

Os recursos são oriundos do estado, através da Sesab e contrapartida do município de Senhor do Bonfim. A empresa venceu o certame pelo preço de R$ 3.897.707,77 (Três milhões, oitocentos e noventa e sete mil, setecentos e sete reais e setenta e sete centavos).

A próxima etapa será o prefeito Carlos Brasileiro  Homologar e Adjudicar o processo administrativo 0980/18 ,e, consequentemente, a assinatura da ordem de serviço. A importante obra faz parte  do Programa Bonfim em Desenvolvimento.

“A escolha da empresa é um passo importante para iniciarmos com maior brevidade as obras necessárias para instalação dos leitos de UTIs em nosso hospital. Quero aproveitar para agradecer mais uma vez o apoio e empenho do governador Rui Costa, e dos deputados Bobô e Valmir Assunção por terem abraçado essa causa que beneficiará toda população de Bonfim e região”, destacou o prefeito de Senhor do Bonfim, Carlos Brasileiro.

Com o recente acréscimo de mais R$ 2 milhões pelo governador, os investimentos na reforma, ampliação e a compra de modernos equipamentos hospitalares, somam juntos aproximadamente R$ 9 milhões.

3 COMENTÁRIOS

  1. Fico pensando um hospital que tem que atender toda cidade e regiao por ser a maior cidade da regiao somente com 10 leitos adultos e infantil segue a sobre carga e os problemas ja vi isso em outras cidades.

  2. O problema não.é reforma tem que ter bons médicos remédios equipamentos para exames e funcionários menos arrogantes e humildes que até os de postos são arrogante e se achao dono do estabelecimento.

Comments are closed.