Técnicos da prefeitura de Sr. do Bonfim participam de capacitação para recuperação e proteção de nascentes

0
54


Uma parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), prefeitura de Senhor do Bonfim, por meio da superintendência de Meio Ambiente, está proporcionando a técnicos do município uma capacitação sobre recuperação e proteção de nascentes.

A equipe formada por cinco servidores ligados a secretaria de Meio Ambiente participa de atividades práticas e teóricas.

Ao todo, são 24 horas de orientações com direito a certificado no final do curso. Os trabalhos teóricos aconteceram na Fazenda Brejão, localizada na comunidade de Engenho Velho, zona rural de Bonfim.

“O nosso objetivo é repassar esse conhecimento para tornar essas pessoas multiplicadoras, e com isso, podermos melhorar nossas nascentes em qualidade e quantidade de água”, disse Rogério Cabral, técnico do Senar.

A nascente na comunidade de Engenho Velho usada pelos participantes in loco,  estava há anos com vazão insignificante, após as intervenções realizadas durante o curso voltou a brotar água.

“Para mim o curso está sendo excelente, pois além de aprender o manejo correto, o trabalho de campo serviu como ponta pé inicial para a recuperação das nossas nascentes ”, enfatizou o servidor municipal, José Raimundo.

As atividades práticas demonstraram os principais passos para realizar a proteção de fonte: limpeza do local, estruturação física, construção, higienização e cobertura. A nascente depois de recuperada, será monitorada semestralmente pelos técnicos do município.

“A nossa intenção é que todas nossas nascentes estejam livres como essa aqui”, salientou a superintendente de Meio Ambiente, Bernadeth Rocha.

A atividade faz parte da V Semana do Produtor Viver Bem no Semiárido, que acontece e de 5 a 9 de novembro, no Centro de Capacitação Regional do Senar, localizado no Parque de Exposições Dr. Aníbal Gonçalves, na BR 407, Rodovia Lomanto Junior.

O evento realizado pelo Senar oferece gratuitamente diversos cursos e oficinas voltadas para a gestão e produção no campo.

SEM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário