Após discurso, Fernanda Lima é atacada por Eduardo Costa nas redes sociais

Apresentadora tem sido duramente criticada por conta do 'Amor & Sexo' e chegou a bloquear os comentários nos posts.

0
40


Na última terça-feira, 6, durante o “Amor & sexo”, Fernanda Lima fez um discurso em que muitas mulheres se viram representadas. A fala da apresentadora, no entanto, deixou alguns telespectadores descontentes. Entre eles, Eduardo Costa, cabo eleitoral de Jair Bolsonaro, presidente eleito no último dia 28.

O sertanejo decidiu atacar Fernanda Lima nas redes sociais. “A mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta pro lado mais fraco e o lado mais fraco hoje é o que ela está. Será que essa senhora só faz programa pra maconheiro, pra bandido, pra esquerdista derrotado, e pra esses projetos de artista assim como ela?”.

Depois disso, Fernanda trancou os comentários de seu perfil no Instagram, ganhou o apoio de muitas famosas, e de ninguém menos que do marido, Rodrigo Hilbert. “O amor que tenho por você é maior do que todo o ódio do mundo”.

O que provocou a ira do sertanejo?

No texto que leu no ar, Fernanda exalta o empoderamento feminino. “Chamam de louca a mulher. A mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, de vida e de tesão. Chamam de louca a mulher que resiste e não desiste. Chamam de louca a mulher que diz sim e que diz não. Não importa o que façamos, nos chamam de louca”, disse: “Se levarmos a fama, vamos, sim, deitar na cama. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema de opressão. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino. Vamos jogar na fogueira as camisas de força da submissão, da tirania e da repressão. Vamos libertar todas nós e todos vocês. Nossa luta só está começando. Preparem-se, porque essa revolução não tem volta. Bora sabotar tudo isso?”, finalizou a loira.

SEM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário