Mãe revela motivo de sua filha ter ingerido grande quantidade de comprimido no Monte Alegre, em Sr. do Bonfim

0
754

Na tarde dessa quinta-feira, 05, nossa reportagem conversou com a senhora Conceição, que decidiu abrir o jogo e revelar o que levou sua filha Ana Carla, de 22 anos, a ingerir cerca de 70 comprimidos ansiolíticos na última sexta-feira, 29, em sua residência no Monte Alegre.

Segundo a mãe, sua filha vinha lutando há pelo menos seis anos para ter um bebê, e infelizmente se envolveu com um jovem que já tem outros filhos e que a todo momento vivia alegando que não era o pai da criancinha que hoje está órfão de mãe com apenas 3 meses de vida, Conceição falou que de tanto o “pai”, jogar na cara de Ana Carla que não era dele o filho, foi feito um exame de DNA, o qual ela fez questão de ir buscar após sua filha cometer o ato, somente para mostrar que sua filha não era nenhuma “puta”, e que de fato o exame confirmou que José Igor é o pai do menininho.

Mais conformada, a mãe da jovem disse que não entrará na justiça, porque o pai não teve caráter para assumir o filho e que não precisa dele para criar seu neto.

Ana Carla era gêmea e tinha outra irmã adolescente de 17, que residem no Monte Alegre, dona Conceição pediu ao Repórter Netto Maravilha que levasse ao ar no Programa Pega Fogo, sua mensagem pedindo que as jovens de nossa cidade tomem mais cuidado com quem se relaciona, e que não espera ver outras meninas passando pelo o que passou Ana Carla, que faleceu na última segunda-feira, 02, no Hospital Regional de Juazeiro.

Conceição agradece o atendimento recebido por sua filha pela equipe do SAMU e da UPA 24hs de Senhor do Bonfim, bem como o atendimento dado a Ana no Hospital Regional em Juazeiro, onde lá ela teve duas paradas cardíacas.

Ana Carla foi sepultada na terça-feira, 03, no Cemitério São Lazaro no Alto da Maravilha em Bonfim.

Como diz a mãe, “é preciso pensar direito com quem se envolver, pois o primeiro amor deve partir da gente mesmo”.

SEM COMENTÁRIO