Chef de cozinha é processado e admite colocar sêmen de funcionário em sobremesas na França; 36 clientes contraíram DST

Funcionário que concedeu esperma como ingrediente estava com herpes e sífilis.

0
239


O chef de cozinha francês Jacques DeNoiret, proprietário do restaurante Le Gallion, na França, foi processado por 36 clientes por suspeita de colocar sêmen de funcionários do restaurante em suas sobremesas. Após as diversas denúncias, o cozinheiro admitiu que o esperma humano é seu “ingrediente secreto”. Dezenas de clientes chegaram a contrair doenças sexualmente transmissíveis.

“O meu funcionário, responsável por colocar o ingrediente na sobremesa, não tinha me dito que contraiu herpes e sífilis e foi imediatamente despedido assim que soubemos”, disse Jacques, que ainda admitiu pagar um bônus aos funcionários que davam o próprio sêmen como ingrediente.

Apesar de se desculpar dos clientes que contraíram as doenças, Jacques afirmou que esperma pode ser um “ingrediente culinário extraordinário”.

SEM COMENTÁRIO