Insatisfeitos com possível comando, Guardas Civis de Juazeiro podem decidir por paralisação em Assembleia realizada amanhã (06)

0
51

Após tomar conhecimento que a Prefeita Suzana Ramos pretende indicar para comandar a Guarda Municipal, em Juazeiro, o Guarda Municipal Denilson Andrade, a Associação dos Guardas Civis Municipais de Juazeiro expediu convocatória para uma assembleia nesta quarta-feira (06) às 08 horas em sua sede à rua do Socorro, bairro Alagadiço.

De acordo com a Associação, em entrevista ao PNB, a nova gestora está desobedecendo a hierarquização e  descumprindo o estatuto da Guarda Municipal, já que o GCM Denilson Andrade está em estágio probatório e foi admitido em 2019.

Na Assembleia a categoria irá discutir a nomeação do Comando, a aprovação de abaixo-assinado contra a nomeação e ainda a possibilidade de uma paralisação.

De acordo com a os representantes da categoria, o Guarda Denilson deverá ser sabatinado no próximo dia 08 de janeiro, na Câmara de Vereadores de Juazeiro, para depois ser nomeado para o cargo de novo Comandante da GCMJ.

“Com isso a nova prefeita demonstra que a escolha é meramente política, e não técnica, além de não respeitar a hierarquia. Ela não está levando em conta a responsabilidade do cargo de comandante da Guarda Municipal, uma guarda armada, que tem pessoas capacitadas, melhor preparadas e experientes. Um absurdo isso. Já correm rumores de que ela vai mudar até a lei, só para colocar essa pessoa. Sendo que tem gente capacitada desde 2002, que cumpre a hierarquia e está mais preparada para assumir o comando do que um guarda de 2019, ainda em estágio probatório. Um Guarda Municipal, em estágio probatório, para o comando é um desrespeito a categoria. Que “nova política é essa, prefeita?” questionou um Guarda Municipal, representando um grupo que procurou o PNB nesta terça-feira (5), se contrapondo a nomeação de Denilson Andrade.

Outro integrante do grupo, que pediu para não ser identificado, disse que intenção de Suzana Ramos “fere a legislação da GCM. O nome em questão é de 3ª Classe, e não pode assumir o Comando. O gestor municipal nomeia, mas respeitando a legislação vigente.  O cargo de comando é para um profissional de 1ª Classe.  No caso, este nome da nova prefeita não atende aos requisitos legais”, informou.

A Associação dos Guardas Municipais de Juazeiro encaminhou ofício à Procuradoria Geral da Prefeitura, pedindo que a nova gestora obedeça a hierarquização.

SEM COMENTÁRIO