Prefeitura de Sr. do Bonfim inicia o mês de junho promovendo ações alusivas ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

0
63

A Prefeitura Municipal de Senhor do Bonfim, através das Secretarias de Assistência Social e Educação, inicia o mês de junho promovendo ações de conscientização, fortalecimento e sensibilização ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado no dia 12 de junho.

As Secretarias lançarão um movimento com a campanha “Criança não deve trabalhar, caminho da escola deve ser o seu lugar”. As ações serão iniciadas no dia 8 e seguirão até dia 12 de junho.

O objetivo da campanha é levar à população bonfinense a importância de que crianças e adolescentes devem estar na escola, em sala de aula e não trabalhando. O Cata-vento, que é símbolo da campanha, retrata a luta contra o trabalho infantil no Brasil e no mundo.

Alguns impactos da pandemia evidenciam a necessidade de maior proteção às crianças e adolescentes, com o aprimoramento de medidas de prevenção e de combate ao trabalho infantil, em especial, diante da vulnerabilidade socioeconômica resultante da crise provocada pelo novo coronavírus.

Esse ano a mobilização em favor da identificação e erradicação da prática será intensificada de forma virtual, e pequenos grupos distribuídos pelo município com trabalhos de alerta contra a ilegalidade da prática, durante a semana da campanha.

Em meio a Pandemia de coronavírus, as Secretarias de Assistência Social e Educação, não poderão realizar a campanha de forma mais ampla, contemplando o maior número de pessoas em campo. Porém as atividades presenciais e virtuais ofereceram oportunidades de conscientização e educação. As ações serão coordenadas pela Secretaria de Assistência Social, por meio da Diretoria de Proteção Social Especial de Média Complexidade, e a Secretaria Municipal de Educação.

“As atividades serão diversificadas, com a realização de oficinas de artes, vídeos da Lili como criança, representando a importância de estar na escola, conscientizando familiares sobre não à exploração do trabalho infantil e o valor da criança em estar na escola e sonhar. A ação será divulgada em programas de rádio, entrevista na televisão, através do programa Fala Social (terá uma participação especial), distribuição de panfletos e no dia 12 terá um palhaço ensinado às crianças a importância de estudar e não trabalhar. Vale ressaltar que todo o trabalho terá como foco a campanha Criança não deve trabalhar, caminho da escola deve ser o seu lugar. Finalizaremos com apresentações com o tema: Não a exploração infantil e o caminho é a escola”, pontuou a secretária Taciane Granja.

O trabalho infantil é proibido para crianças e adolescentes, pois prejudica o desenvolvimento físico, psicológico e intelectual. Provoca o afastamento do convívio familiar, impede a criança de brincar e descansar e prejudica o desempenho escolar, causando o afastamento gradativo da escola, chegando ao abandono. O trabalho precoce deixa a juventude vulnerável à exploração sexual, consumo de drogas, aliciamento pelo tráfico e atividades criminosas.

Vale destacar que a rede municipal de ensino e os equipamentos públicos atuam na prevenção, no combate e identificação das formas existentes de trabalho infantil, e a Secretaria de Assistência Social desenvolve um trabalho de prevenção e proteção social, quando as famílias são assistidas, orientando e dando suporte técnico visando garantir a proteção das crianças e adolescentes.

SEM COMENTÁRIO