Prefeitura de Jaguarari arrecadou em 236 dias, quase 8 milhões de CFEM

0
36

O Município de Jaguarari, com pouco mais de 2.500 km quadrados, pouco mais de 33 mil habitantes é uma fonte de recursos muito grande, em relação a outros do território, no entanto os serviços públicos e obras são escassas ou quando chegam são bancadas pelos Governos Estadual ou Federal, a exemplos da pavimentação asfáltica da estrada de Catuni.

Já quando nos referimos aos recursos oriundos do CFEM – Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais, os quais o gestor pode usar livremente para obras de infraestrutura, por exemplo, infelizmente raramente a população observa a devida utilização nestas áreas. Para se ter uma ideia, nos primeiros 236 dias do ano em curso (2021), os cofres da prefeitura arrecadou exatamente o valor de R$ 7.916.736,56 (SETE MILHÕES, NOVECENTOS E DEZESSEIS MIL, SETECENTOS E TRINTA E SEIS REAIS E CINQUENTA E SEIS CENTAVOS).

E onde este dinheiro todo foi e/ou está sendo aplicado? No aluguel de carro de luxo, a exemplo do Jeep que o secretário de Governo e filho do prefeito Antônio Nascimento “passeia” pela cidade? Na compra de medicamentos na cidade de Juazeiro por valores muito acima do praticado nas farmácias do Município?

São muitas dúvidas! É um silêncio ensurdecedor que impera entre os fiscais do povo. Será se o Ministério Público está atuando em investigações para descobrir a lisura e também no cumprimento de economicidade e publicidade do uso dos recursos públicos?

E os senhores vereadores, vão partir para a ação ou ficarão apenas em discursos acalorados na Tribuna da Câmara?

Vamos esperar pra ver o que acontecerá.

SEM COMENTÁRIO