Proposta “Incluir para Democratizar” da UESP, é apresentada em Senhor do Bonfim

0
29

Na última segunda (23), estiveram em Senhor do Bonfim-BA Paolo Presta e Pedro Suprine, da União dos Estudantes Secundaristas de Petrolina (UESP), com o apoio de Bruno Melo, presidente do Diretório Central dos Estudantes da Univasf (DCE) e de Vinícius Silva, da União dos Estudantes de Pernambuco (UEP).

A visita aconteceu para divulgar a campanha Incluir para Democratizar, que já foi apresentada em julho deste ano à Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF). E objetiva beneficiar estudantes de Pernambuco, Bahia e Piauí com aumento de cotas para estudantes que concluíram o Ensino Médio em Escola Pública, e estabeleça o Bônus Regional com acréscimo na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

A primeira atividade foi realizada no Centro Estadual de Educação Profissional em Saúde Tancredo Neves (CEEPS). E, em contato com estudantes do ensino técnico, foi possível identificar que, além do baixo incentivo sobre o ensino superior na cidade, boa parte dos estudantes ainda não conhecem os cursos que são ofertados pela UNIVASF.

“A proposta da campanha foi bem recebida pela gestão da escola, pelos professores e pelos alunos. Muitos estudantes concordaram, sentiram desconforto ao saber que muitas vezes não são maioria nos cursos mais disputados; alguns deles não sabiam da existência da UNIVASF em Senhor do Bonfim, outros conheciam, mas se incomodam com o fato de terem poucos cursos, e acham que deveria ter mais opções para ser mais acessível, no município. E, além disso, muitos estudantes contribuíram com o debate em sala e se colocaram à disposição para conhecer melhor a UESP e divulgar a campanha pelas redes sociais”, descreveu Paolo, diretor da UESP.

Em seguida, a conversa foi com Sarah Daniela, representando a gestão da NTE-25, e Simone Donatília, Coordenadora de Educação do Núcleo Territorial de Educação, que avaliou a proposta como muito relevante para os estudantes de Senhor do Bonfim e de municípios vizinhos.

“É uma proposta interessantíssima, que traz o direito do estudante e, além de conhecer a proposta, é uma oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o que é a UNIVASF, do movimento que gira em torno dessa instituição de educação de ensino superior. Então é uma proposta para incluir os estudantes do sertão, de forma que a gente tenha a oportunidade de valorizar esse espaço do sertão e de valorizar as pessoas que aqui residem. Que vai dar possibilidade de inúmeras pessoas adentrar e conhecer esse direito; e a gente enquanto NTE reforça contribuir com essa campanha que vai ser de sucesso”, destacou Simone, coordenadora do NTE-25.

As ações finalizaram em debate com a Comissão de Educação da Câmara Municipal de Senhor do Bonfim, que se dispôs a fazer uma audiência pública para divulgar a campanha Incluir para Democratizar, bem como debater outras necessidades voltadas ao ensino público superior do município. E em seguida com o diálogo entre estudantes da UNIVASF sobre a importância da aprovação da proposta, inclusive diante de muitas carências no Campus Bonfim relatadas na ocasião.

“Avalio a iniciativa da UESP como uma importante ferramenta de luta dos estudantes do nosso território de identidade e do semiárido brasileiro, que visa incluir e democratizar os espaços na Universidade Federal do Vale do São Francisco. Estaremos irmanados na perspectiva de consolidar essa iniciativa na Univasf, pois dessa forma continuaremos lutando por uma universidade cada vez mais inclusiva, plural e democrática”, disse Ronaldo de Souza, estudante do curso de Ciências da Natureza.

SEM COMENTÁRIO