‘Estarei no projeto’, diz Adolfo sobre manutenção da aliança PP-PSD-PT para 2022

Presidente da Alba também falou sobre a visita do ex-presidente Lula e garantiu que a Casa está à disposição de qualquer visitante, grupo político e sociais.

0
21

Foto: Matheus Morais/bahia.ba

Após o senador Otto Alencar afirmar nesta quarta-feira (25), que o seu partido, o PSD, não será obstáculo para a manutenção da aliança com o PT e PP na Bahia, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Adolfo Menezes garantiu que, no que depender dele, “estará no projeto no ano que vem”. A declaração ocorreu durante a visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Alba.

“Falando por mim, eu estarei no projeto, pois é um projeto exitoso, que tem feito muito pela Bahia. É claro que um estado como o nosso, com quase 16 milhões de habitantes, e que proporcionalmente recebe até menos que o estado de Sergipe, e muitos até ficam surpresos com esses dados…não se pode negar que avançamos muito nesses 10 anos. É claro que em todas as áreas ainda falta, por mais que se faça. Um estado pobre não vai se tornar 100% em todas as áreas, nem nenhum país do mundo ou nenhuma cidade nunca é 100%, mas nós avançamos num estágio muito grande em todas as áreas. A Bahia avançou muito”, afirmou o deputado ao bahia.ba.

O presidente da Alba também comentou a importância de receber o ex-presidente na Casa legislativa e reforçou que o espaço destinado aos petistas está à disposição de qualquer visitante, grupo político e sociais.

“É um prazer para nós e toda a Bahia receber aqui na casa do povo um ex-presidente da República. Como aqui é a casa do povo, a assembleia está aberta para qualquer político e qualquer movimento social, como sempre esteve. A única interrupção foi em decorrência da pandemia, que desde março de 2020 assola o mundo e o nosso país e, devido às medidas de restrição, esteve fechada, mas os serviços essenciais nunca pararam de funcionar e não houve prejuízo nenhum para a população, pois todos os projetos que chegaram na Casa foram votados. É um prazer grande receber receber o presidente Lula. A Alba já foi, e continuará sendo, palco de todos os tipos de manifestações, de todos os movimentos sociais, independente de partido. A casa não tem partido”, completou Adolfo.

SEM COMENTÁRIO