Justiça proíbe fabricante da ivermectina de anunciar produto contra a Covid

Decisão foi da 2ª Vara Empresarial do TJ do Rio, que ainda determinou que a empresa anuncie que remédio não serve contra a Covid-19.

0
13

Foto: Divulgação/Secom Itajaí

A 2ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio proibiu o laboratório Vitamedic, que fabrica a ivermectina no Brasil, de fazer propaganda do remédio como tratamento para a Covid-19. A decisão cita meios de divulgação comercial e o site e as redes sociais da empresa.

A Justiça acatou pedido da Defensoria Pública do Estado do Rio, em decisão noticiada pelo blog de Ancelmo Gois, no jornal O Globo.

A juíza Maria Christina Berardo Rucker determinou ainda que o laboratório retire todas as publicações que indicam a ivermectina como tratamento, precoce ou não, para a Covid-19, e que anuncie o contrário nos meios de comunicação, informando que a ivermectina não serve para tratar a doença.

“Aqui, não se discute a possibilidade de existência de tratamento precoce para a referida doença, mas a publicidade ao público em geral, o que possibilita que o tratamento seja realizado sem prescrição médica e de forma indiscriminada, desestimulando a procura do sistema de saúde e concorrendo para a falta de medicamentos para aqueles que realmente necessitam dele”, escreveu a magistrada.

Cabe recurso contra a decisão. A Vitamedic ainda não se manifestou.

SEM COMENTÁRIO