Campo Formoso: Moradores de comunidades voltam a bloquear entrada de complexo eólico

0
71

Foto: Rede social do movimento Salve as Serras

Moradores da Fazenda Quina e de outras comunidades tradicionais de Fundo e Fecho de Pasto, em Campo Formoso (BA), voltaram a bloquear as estradas que dão acesso ao Complexo Eólico de Morrinhos, na tarde de segunda-feira (28). Eles alegam que a empresa CGN Brasil, responsável pelo empreendimento, não cumpriu acordo firmado na semana passada em relação às melhorias nas estradas e no abastecimento de água.

Vendo que a empresa não cumpriu com o que foi deliberado, com o que foi discutido, a gente precisou a ocupar novamente. Então voltamos ontem de madrugada e só saímos da ocupação quando a empresa ter uma empresa mais assertiva, que a gente perceba que a empresa vai cumprir realmente”, afirmou Jaziel Silva, um dos líderes do protesto.

Ainda segundo o grupo, além de Fazenda Quina, integram o movimento os moradores de Borges, Borda da Mata e Baixão. O ato é considerado pacífico.

A assessoria de imprensa da CGN Brasil informou que nesta quarta-feira (29), um dirigente da empresa vai se reunir com representantes do protesto e da prefeitura para negociar as pautas do movimento.

SEM COMENTÁRIO