Prefeito de Jaguarari mais uma vez gera revolta na população com a criação de projeto que beneficia apadrinhados políticos

0
75

Mais uma vez o município de Jaguarari volta a ser notícia na imprensa regional, e mais uma vez por uma ação absurda cometida pelo prefeito Antônio Nascimento do PT. Como se já não bastasse a ineficiência administrativa, o abandono de diversas áreas como a da saúde, assistência social e infraestrutura, o gestor revolta a população e servidores municipais efetivos com a criação e aprovação nesta quinta-feira (16) do Projeto de Lei nº 023/2021 que cria duas novas secretarias (Secretaria de Cultura e Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo), 70 novos cargos e reajusta cargos comissionados com valores astronômicos, que em alguns casos ultrapassam 300% para beneficiar apadrinhados e apoiadores políticos .

Sem conceder a reposição inflacionária de mais de 40 categorias, o gestor dá mais um forte golpe nos servidores municipais com a aprovação deste projeto que irá aumentar as despesas com folha de pagamento em mais de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais). Só com salários de novos cargos totalizam R$ 702.100 (setecentos e dois mil e cem reais).

Este projeto cria vários cargos absurdos como o de “Assessor de Protocolo”, que terá a árdua função de carimbar documentos, recebendo o polpudo salário de R$ 3.200, “Supervisor de Jardim”, com salário de R$ 2.200,00. Outro absurdo que gerou revolta a população é que em cada secretaria, além de secretario recebendo R$ 7.500, haverá também um Secretário Adjunto recebendo R$ 4.800,00 e um Chefe de Gabinete com salário de R$ 3.200 além de vários outros cargos.

A população ainda incrédula e atordoada pela aprovação do projeto de Lei Nº23/2021, teve conhecimento da aprovação no mesmo dia do projeto de Lei Nº26/2021 onde a população irá pagar taxa de iluminação e taxa de lixo, incluindo nesse mesmo projeto o selo de inspeção municipal. Esses projetos foram aprovados com 9 votos a favor pelos vereadores: Louri da Barrinha, Nivaldo da São Luiz, João Paulo, Franco Melo, Saú Alencar, William Rogers, André Nascimento, Budé e Zé Galego.

É dessa forma que o Governo “Cuidando da Nossa Gente desde Seja Parente” está encerrando de forma desastrosa o seu primeiro ano de gestão à frente do município. Até quando as autoridades ficarão sem ação diante de tantos absurdos? Porque os vereadores inclusive “alguns” de oposição passaram a ser coniventes com tamanho absurdo? Que belo presente de Natal e Final de Ano os servidores municipais efetivos e a população em geral receberam do prefeito que pertence ao partido dos trabalhadores! O que será que o gestor reservou para o próximo ano?

SEM COMENTÁRIO