Casal é condenado à morte por vender adolescente a prostíbulo na Índia

Criminosos prometeram aos pais da vítima que ela teria um bom emprego

0
59

Um casal de Bangladesh foi condenado à morte nesta quarta-feira (18) após ter vendido uma adolescente de 17 anos para um bordel na Índia. Identificados como Shahin Sheikh e Asma Begum, eles praticaram o crime em 2009.

Eles teriam convencido os pais da garota que ela receberia um bom emprego no outro país. No entanto, ao chegarem lá, realizaram a venda.

Sem contato com a filha, os pais da vítima registraram ocorrência em uma delegacia de Khulna, distrito onde moravam. Segundo as investigações, Sheikh chegou a exigir dinheiro para buscar e devolver a adolescente.

Os investigadores, no entanto, não descobriram a localização do prostíbulo, e a garota permanece desaparecida. O caso foi julgado no Tribunal de Prevenção da Repressão de Mulheres e Crianças de Khulna.

SEM COMENTÁRIO