Mulher tetraplégica é esquecida por mais de uma hora em avião no aeroporto de Londres

Após o caso, aeroporto de Londres se pronunciou em desculpas à passageira

0
38

Foto: Reprodução Twitter

Uma passageira tetraplégica ficou mais de uma hora “presa” dentro de avião no aeroporto de Londres. O caso aconteceu no último sábado (4), no aeroporto Gatwick. Victoria Brignell estava voltando de férias, que passou em Malta, e havia reservado uma equipe que faria o serviço de removê-la da aeronave três meses antes da viagem, relembrando duas semanas antes de ser embarque.

A equipe da aeronave avisou a Brignell que a equipe que a tiraria do avião atrasaria em 50 minutos, mas após esses 50 minutos foi informado que demoraria mais 30 minutos. Ao todo a mulher esperou uma hora e 35 minutos para ser retirada da aeronave.

Amigos de Brignell repercutiram o caso nas redes sociais enquanto ela ainda estava esperando dentro do avião. A aeroporto pediu desculpas pelo caso e descreveu o tratamento como “inaceitável”.

“Estou paralisada do pescoço para baixo, então não posso usar meus braços ou pernas. Para sair de um avião, preciso de duas pessoas para me levantar do assento do avião em uma cadeira de corredor, que é uma cadeira de rodas estreita especialmente projetada para me empurrar pelo corredor para fora do avião e me colocar na minha cadeira de rodas esperando do lado de fora”, disse a mulher ao jornal.

Após o caso, a britânica planeja apresentar uma queixa oficial contra o aeroporto.

SEM COMENTÁRIO